Vozes e letras

ab 19,90 

Tobias Brandenberger, Maria Ana Ramos (eds.)

Polifonia e subjectividade na literatura portuguesa antiga

ISBN 978-3-643-14458-4
Band-Nr. 17
Jahr 2019
Seiten 208
Bindung broschiert
Reihe LIT Ibéricas

Beschreibung

A literatura medieval e renascentista tem sido considerada como sendo muito
homogénea quanto à sua discursividade; mas um olhar atento e sensível pode
revelar desvios e particularidades interessantes.

Das cantigas galego-portuguesas ao teatro de Gil Vicente, ao Cancioneiro Geral
e a Camões, o recurso a vozes individuais, que se articulam em perspectivas
discordantes e que fazem ouvir disposições por vezes conflituais, suscita
formas polifónicas e subjectividades inesperadas que conferem aos textos
estéticas próprias. Os trabalhos reunidos no presente volume evidenciam a importância
de tais fenómenos e os nexos da polifonia literária com o problema
de a autoria demonstrar traços individuais, com a influência dos contextos socioculturais
e poetológicos e com a relevância da realização plurimedial.

Tobias Brandenberger é Professor Catedrático de Filologia Românica da Universidade
de Göttingen (Alemanha), responsável da secção de literaturas iberoromânicas
e director da
Cátedra José de Almada Negreiros (Camões I. P.).

Maria Ana Ramos é Professora universitária, doutorada pela Universidade de
Lisboa (Portugal), e trabalha na Universidade de Zurique, onde dirige a
Cátedra
Carlos de Oliveira.